Açúcar – tudo o que precisa de saber

Temos falado ao longo de alguns artigos, sobre alimentação saudável e os benefícios da mesma, o que deve ou não comer. Hoje vamos mostrar-lhe 8 verdades incontornáveis e que precisa mesmo de saber sobre o açúcar.

O que precisa de saber sobre o açúcar

A Organização Mundial da Saúde alerta para uma epidemia de doenças provocadas pelo consumo excessivo de açúcar.

1 – Vicia

Em pessoas com excesso de peso, o cérebro responde ao açúcar com a libertação de serotonina e dopamina, este último um neurotransmissor responsável pela sensação de recompensa. Ao contrário dos açúcares naturais, o refinado é absorvido muito depressa, causando um aumento brusco da glicose no sangue. O pâncreas é obrigado a produzir uma quantidade extra de insulina para baixar a glicemia. Essa reação é acompanhada de depressão e cansaço e a pessoa sente necessidade de um novo estimulante, acabando por voltar a ingerir.

2 – Altera o estado de humor

Em pequenas quantidades, o açúcar promove a libertação da serotonina, uma hormona que estimula o humor. No entanto, o seu consumo elevado pode fomentar a depressão e a ansiedade. Mudanças repentinas nos níveis de glicose no sangue provocam situações de irritabilidade e ansiedade.

3 – Aumenta o risco de Alzheimer

Investigações científicas provam que o excesso de consumo de açúcar aumenta o risco de Alzheimer. Um estudo de 2013 revela que a resistência à insulina e os altos valores do mesmo no sangue estão associados a um maior risco de doenças neuro degenerativas.

4 – Envelhece e danifica a pele

Isto porque o açúcar promove a glicação, processo que se caracteriza pelo facto de as moléculas de açúcar se ligarem às fibras de colagénio, diminuindo a sua elasticidade natural. O excesso também prejudica a microcirculação, o que retarda a renovação celular, outra das causas do envelhecimento precoce.

5 – Engorda e provoca diabetes

Esta todos sabíamos. O açúcar é convertido em gordura duas a cinco vezes mais rapidamente que o amido. Ou seja, quando o comemos, alimentamos as nossas células de gordura. A frutose (outro tipo de açúcar) também é metabolizada pelo fígado, o que pode contribuir para a esteatose hepática, vulgarmente conhecida por “fígado gorduroso”. Convém alertar que o fígado não o consegue queimar, convertendo-o em gordura. Tal promove a resistência à insulina e desencadeia a longo prazo diabetes tipo 2.

6 – Provoca perda de memória

O consumo elevado deste doce pode ter efeito negativo sobre a memória. De acordo com uma investigação do Hospital Universitário Charité de Berlim, pessoas com níveis elevados de açúcar no sangue têm um hipocampo menor, parte do cérebro fundamental para memória de longo prazo.

7 – Aumenta o risco de cancro

As células cancerígenas precisam do açúcar para se multiplicarem. Uma equipa da Escola Médica de Harvard está a estudar de que forma o mesmo pode contribuir para a divisão e proliferação das células malignas. Os cientistas acreditam que o açúcar refinado faz com que células cancerígenas se transformem em tumores. O estudo constatou que elevados níveis de açúcar aumentam a atividade de um gene que está envolvido na progressão da doença.

8 – Debilita o sistema imunitário

Depois do consumo de açúcar, a capacidade do sistema matar bactérias é reduzida até 40%. O açúcar também enfraquece os níveis de vitamina C, da qual os leucócitos necessitam para combater vírus e germes. Para ser assimilado, este “rouba” do organismo importantes vitaminas e minerais como o cálcio, que é importante na fase de crescimento e na prevenção da osteoporose, e a vitamina B1, que é importante para a integridade do sistema nervoso.

Estes são apenas 8 dos malefícios que podem ser causadas pelo açúcar, por isso após ler este artigo repense seriamente no consumo do mesmo.