Tai Chi – Exercita o corpo e a mente

Sabia que ao praticar tai chi, exercita o corpo e a mente?

O Tai Chi Chuan, mais conhecido por Tai Chi, é uma arte marcial interna, que tem as suas bases no Ba Kua (oito combinações possíveis das energias Yin Yang em três linhas). Este estilo de arte marcial é em grande parte reconhecido como uma forma de meditação em movimento.

Esta arte marcial tem as suas raízes na China, sendo atualmente praticada um pouco por todo o mundo, sendo bastante apreciado pela sua relação à meditação, tranquilidade (em detrimento à agitação das grandes cidades), assim como à promoção da saúde de quem pratica. A sua eficácia reside no domínio e utilização do Qi ou Chi (energia).

Os seus criadores, basearam esta arte na observação da natureza, pois as pessoas fazem parte dela, e o conhecimento deste princípio e de como atuam dentro de nós, estudados pela medicina tradicional chinesa, revelam o tai chi como uma fonte de energia que se encontra dentro de nós, situada na região do corpo designada por Dan Tian médio.

Os mestres que criaram esta arte marcial, orientam as mesmas com os seguintes pontos:

  • Vencer o movimento através da quietude (Yi Jing Zhi Dong)
  • Vencer a dureza através da suavidade (Yi Rou Ke Gang)
  • Vencer o rápido através do lento (Yi Man Sheng Kuai)

Embora o tai chi seja visto como uma arte marcial no seu conjunto, podemos verificar que existem 5 estilos diferentes de prática da mesma, sendo que cada um deles recebeu o nome da família chinesa que o criou, desenvolveu e transmitiu. Estes são:

  • Tai chi Chuan estilo Chen
  • Tai chi Chuan estilo Yang
  • Tai chi Chuan estilo Wu/Hao
  • Tai chi Chuan estilo Wu
  • Tai chi Chuan estilo Sun

Os 10 princípios essenciais do Tai Chi são:

  1. Suspender a cabeça pelo topo com leveza e sensibilidade (xu ling ding jin)
  2. Esvaziar o peito (han xiong) e alongar as costas (ba bei)
  3. Relaxar a cintura (song yao)
  4. Distinguir entre o cheio e o vazio (fen xu shi)
  5. Relaxar os ombros [Chen Jian] e soltar os cotovelos (zhui zhou)
  6. Usar a mente e não a força muscular (yong yi bu yong li)
  7. Interligar os movimentos da parte superior e inferior do corpo (shang xia xiang sui)
  8. Unir o interior e o exterior (nei wai xiang he)
  9. Mover-se com continuidade, sem rupturas (xiang lian bu duan)
  10. Buscar a quietude dentro do movimento (dong zhong qiu jing)

Cada vez mais as pessoas recorrem a esta arte marcial devido aos enormes benefícios que a mesma proporciona a nível físico e mental. Podemos salientar os seguintes:

  • Aumento da vitalidade, aumentando a energia e a disposição;
  • Fortalecimento do sistema nervoso;
  • Aumento da atenção e concentração mental;
  • Desenvolvimento pleno do potencial mental e espiritual;
  • Equilíbrio de todos os sistemas orgânicos do corpo;
  • Melhora a serenidade e o equilíbrio das emoções;
  • Diminui o stresse e a sobrecarga mental;
  • Aumento da flexibilidade, proporcionando um relaxamento muscular para todo corpo;
  • Fortalecimento do sistema imunológico na prevenção de doenças;
  • Superação dos medos e limites.

Existem hoje inúmeras publicações sobre os benefícios do Tai Chi, na preservação da saúde e da longevidade, e mesmo no reverter de situações patológicas.

A Tian Di Ren, ministra classes de Tai Chi/ Qi Gong para os seus pacientes ou para quem o desejar.

Mostramos-lhe 18 movimentos de tai chi

E você já experimentou o tai chi? Como se sentiu?