Insónias e Medicina Tradicional Chinesa

Sabia que as mulheres são mais propensas a terem insónias?

A insónia, é uma patologia caracterizada pela dificuldade em adormecer ou manter o sono, e pela sensação de não ter um sono reparador durante pelo menos 1 mês, causando assim dificuldades nas áreas importantes do seu dia-a-dia. Estima-se que cerca de 10% da população mundial sofra, ou venha a sofrer da patologia em algum momento da vida.

Geralmente as insónias aparecem em jovens a partir dos 25 anos, e as mulheres são mais propensas a terem este problema. É também bastante comum que as mesmas tenham um desenvolvimento crónico.

Existem 3 tipologias de insónias:

  • Insónias de curta duração – São as que duram até três semanas. Geralmente são causados por stresse grave ou persistente como preocupações com a saúde própria ou de familiares, luto ou perda substancial, problemas familiares, profissionais ou de relacionamentos.
  • Insónia intermitente – Caso os episódios de insónia ocorram de tempos a tempos, com períodos de sono regular e revigorante entre eles, passa a ser chamada de insônia intermitente.
  • Insónia crónica – As insónias de longa duração ou crónicas são as que duram mais de três semanas. Podem ser relacionadas a stresse contínuo, depressão, abuso de álcool ou drogas e hábitos inadequados para dormir, como o excesso de café.

Os principais fatores que podem causar insónias estão divididos da seguinte forma:

  • Fatores psicológicos: A ansiedade que surge de problemas laborais, familiares ou pessoais.
  • Fatores ambientais: Em particular a ausência de um ambiente adequado ao descanso, como um quarto com excesso de ruído, frio, calor, luz…
  • Maus hábitos: A ingestão excessiva de bebidas ou alimentos estimulantes que perturbam o sono, como o café. Irregularidade de horários, por exemplo, no caso de quem trabalha por turnos.

As insónias e a Medicina Tradicional Chinesa

Segundo a Medicina Chinesa, os casos de insónia estão associados a distúrbios energéticos  causados por desarmonias entre os diferentes sistemas energéticos. O mais frequente é a desarmonia entre o sistema responsável pelos processos de activação, associada na MTC ao Fígado, e o sistema responsável pela manutenção da ritmicidade na medicina chinesa é associado ao pulmão, mas poderá ter muitas mais causas, nomeadamente aquelas que são associadas à fadiga causado pela agitação e que na interpretação da medicina chinesa, se associam ao coração. Existem várias expressões para a insónia no léxico da Medicina Chinesa, conforme se referem por exemplo, à dificuldade em adormecer, ou ao sono não ser retemperador.

Antes de ser realizado qualquer tipo de tratamento, um especializa irá realizar-lhe um diagnóstico energético para verificar qual (ou quais) a causa associada às suas insónias. Só após esse diagnóstico é que é verificado qual o tratamento a ser aplicado.

Este pode ser feito com recurso a uma única técnica, ou à conjunção de várias, sendo as principais acupunctura, fitoterapia, massagens tui na.

Se sofre de insónias ou se conhece alguém que sofre desta patologia, não espere mais. A Medicina Chinesa poderá ajudar no tratamento da mesma. Solicite-nos um contacto para o nº 243997479 ou por email: geral@tiandiren.pt