Prostatite e HBP – hipertrofia benigna da próstata

Em primeiro lugar é importante explicar um pouco melhor o que é a próstata e qual a sua função no homem. A próstata é o órgão do aparelho reprodutor masculino responsável, principalmente, por produzir o líquido ejaculatório. Ela tem o tamanho e o formato de uma noz e fica em baixo da bexiga e atrás do reto, envolvendo uma porção da uretra, a estrutura que leva a urina da bexiga através do pênis.

O que é a prostatite?

A prostatite é uma doença inflamatória da próstata que afeta homens adultos e, mais raramente, crianças na pré-adolescência. Existem diferentes tipos de prostatite e ela pode apresentar diferentes conjuntos de sintomas, cada um com causas, manifestações e sequelas próprias.

Existem diferentes tipologias de prostatite:

  • Prostatite aguda
  • Prostatite bacteriana crônica
  • Prostatite não bacteriana crônica ou Síndrome da dor pélvica crônica (inflamatória / não inflamatória)
  • Prostatite inflamatória assintomática

Os sintomas podem variar de acordo com a tipologia da mesma, no entanto os mais comuns são:

  • Febre
  • Calafrios
  • Dor ao urinar
  • Dificuldade em urinar
  • Dor pélvica
  • Urina turva
  • Mal-estar
  • Dores musculares e nas articulações.

O que é o HBP – Hipertrofia benigna da próstata?

A HBP é, como o próprio nome diz, o aumento benigno da próstata. Este aumento é próprio da idade, ocorre em todos os homens, não é uma doença maligna nem degenera para cancro.

Uma vez que a próstata rodeia a uretra masculina, um aumento do seu tamanho pode causar obstrução do esvaziamento vesical que por sua vez origina sintomas relacionados com a obstrução da uretra e com alterações funcionais da bexiga.

Os seus principais sintomas são:

  • Dificuldade em urinar
  • Fluxo de urina intermitente
  • Sensação de micção não completa
  • Necessidade de urinar com maior frequência
  • Incontinência urinária
  • Sangue na urina (devido ao rebentamento de uma veia)
  • Impossibilidade de urinar

Para a medicina ocidental, ambas as patologias indicada são tratadas através de observação, alterações no estilo de vida (para casos que não estejam a afetar a vida do paciente). Em casos mais avançados da patologia o tratamento passa por operação ou toma de medicamentos por via oral.

Prostatite e HBP e a medicina tradicional chinesa

Para ambas as patologias é necessário a realização de um diagnóstico energético, de forma a verificar qual a causa associada à mesma. Por norma a prostatite e a HBP estão ligadas à falta de energia do Rim.

Uma vez que cada caso é um caso, é importante que o diagnóstico seja realizado de acordo com as necessidades de cada utente, para que o tratamento (ou conjunção de diversos tratamentos) seja implementados corretamente, potenciando a melhoria dos utentes.

Os tratamentos podem ser realizados através da acupuntura (reduzem a dor e os sintomas associados à patologia), fitoterapia, massagens tui na, moxabustão e reeducação alimentar.

Caso sofra de prostatite ou Hipertrofia benigna da próstata ou conheça alguém que sofra destas patologias, não hesite contactar-nos que poderemos ajudar a superar o desconforto associado às mesmas.