Apoio às formações contínuas de pós-graduação

Help with Search courses

O entorse da articulação tíbio-társica (ETT) é a patologia traumática mais frequente na população activas e tem uma prevalência de pelo menos 30% em praticantes desportivos em Portugal.

A ETT para além de ser uma lesão muito frequente, é altamente incapacitante do processo de treino e da competição, pelo que interfere fortemente com o processo de treino dos praticantes desportivos de alto rendimento. A redução do tempo de inactividade é um dos factores a ter em conta desde que não comprometa a recuperação completa.

Outro aspecto a ter em conta no ETT é o facto de haver recidivas muito frequentemente, chegando a afectar quase 3 em cada quatro sujeitos que já tiveram uma entorse desta articulação.

Para além dos aspectos do tratamento da lesão através dos procedimentos que levam à diminuição do edema, à recuperação dos tecidos afectados e ao reposicionamento das estruturas, bem como à recuperação da função, os aspectos de reeducação da marcha e da corrida são outro dos factores a levar em consideração e que farão parte do programa da acção de formação.


Abordagem terapêutica com base na Medicina Chinesa aos problemas das leões desportivas.
Formador Fábio Miguel Dias.

Assente nas Boas Práticas Clínicas, pretende-se que este curso crie as bases para a formação de especialistas em Medicina do Leste Asiático 東醫学, qualificados com o conhecimento e competência na personalização clínica, a fim de melhorar a qualidade da prestação de cuidados de saúde da população portuguesa.

Coordenação:
- Bruce Park
- Pedro Albuquerque